Escolha uma Página

Quais campos preciso ter para integrar um ERP a uma loja virtual

Nos dias de hoje um dos principais desafios ao criar uma loja online quando se vem diretamente do mundo físico é integrar os canais online e offline. Por exemplo, você possui uma loja física e de repente decide criar um e-commerce, mas e depois, o que acontece, como fazer? Existe a possibilidade de se ter uma loja virtual integrada com a loja física? Os sistemas funcionam juntos ou separados? 

Fique tranquilo, a boa notícia é que é, sim, viável trabalhar com os pontos de venda online e offline juntos em sintonia e de forma totalmente automatizada. Saiba quais campos é preciso ter para integrar um ERP a uma loja virtual

Saiba como possuir uma loja integrada com a loja física 

Para que você tenha uma loja virtual integrada com a sua loja física, é preciso que as vendas de uma das lojas sejam consideradas nos registros da outra. Ou seja, é necessário incluir o controle de estoque e o fluxo de caixa. 

Além disso, uma das principais alternativas para integrar as lojas físicas e virtuais sem que você precise listar tudo manualmente em uma planilha compartilhada é usar um sistema de gestão empresarial, conhecido como ERP. 

Saiba como funciona o ERP

Primeiramente, para aqueles que não conhecem, o ERP é basicamente uma ferramenta que faz a integração entre, o financeiro, comercial e o estoque da sua empresa, permitindo que a loja online seja também inserida nesse fluxo. Além disso, através desse sistema de gestão você pode controlar:

  • Vendas – Receba em tempo real os pedidos de venda, independente do canal. Equipe Interna, vendedores externos, loja virtual ou aplicativos de venda;
  • Estoque – Acompanhe a entrada e a saída de produtos detalhadamente e importe as notas de entrada através do arquivo XML do fornecedor sem precisar digitar. Com o sistema ERP ainda é possível atualizar os custos de maneira automática;
  • Finanças – Controle das contas, caixas e bancos. Realize o gerenciamento financeiro da sua empresa, prevendo as necessidades futuras de caixa. Analise o passado através de balancetes;
  • Notas Fiscais eletrônicas – Emita as suas notas fiscais de uma forma muito mais fácil e prática. Os sistemas ERPs costumam se encarregar de realizar o cálculo automático de impostos com envio direto para o SEFAZ (Secretaria de Estado da Fazenda), encaminhando a DANFE e o XML diretamente para o cliente. 

Assim, você poderá gerenciar os seus empreendimentos dentro de um único sistema, o que acabará facilitando ainda mais a sua vida. 

Ou seja, se você possui uma loja física e uma virtual, poderá disponibilizar o mesmo produto em ambos canais de venda. Dessa forma, quando algum item do seu estoque acabar, o sistema automaticamente irá inviabilizar a sua compra no outro canal, fazendo com que ele acabe ficando indisponível no e-commerce ou impedido de ser registrado na loja offline. 

Ao utilizar um ERP totalmente integrado, você terá ainda mais controle sobre o seu negócio e, ainda, reduzirá os custos envolvidos no seu empreendimento.  

O fluxo necessário para possuir uma integração completa entre o sistema ERP e a sua loja virtual 

Portanto, para se ter uma integração completa entre o sistema ERP e a sua loja virtual o fluxo normal é integrar os seguintes campos:

  • Dados do cliente com os campos de nome, endereço, CPF/CNPJ;
  • Dados do pedido com nome do cliente, endereço de cobrança, endereço de entrega, CPF ou CNPJ, produto com quantidade comprada, categoria e SKU;
  • Atualização do estoque entre loja e ERP;
  • Atualização do status do pedido com todo fluxo de pagamento automatizado;
  • Cadastro do produto com descrição, estoque, foto.

Conheça 3 dicas para integrar a loja física e o e-commerce

Além de utilizar o sistema ERP, existem algumas técnicas que podem ser utilizadas para potencializar a experiência do cliente em suas lojas físicas e virtuais. 

Utilize o omnichannel 

É muito provável que você já tenha ouvido falar no conceito de omnichannel, onde todos os canais de uma empresa (loja física, internet, smartphone, etc) se integram com o objetivo de atender os consumidores onde eles estiverem. 

Além disso, aliado a esse conceito também nascem novos consumidores. Conhecido como consumidor multicanal, esse consumidor é aquele que utiliza todos esses canais citados acima para realizar as suas comprar dependendo de qual canal for o mais rápido e prático para ele. 

Para você empreendedor que deseja se diferenciar da concorrência, é nesse tipo de consumidor que você deve focar. Por isso, além de oferecer diversas opções de canais, trabalhe com eles de forma integrada. Além disso, faça com que o consumidor tenha uma experiência contínua, desde o momento da compra até o atendimento ao cliente. 

Autorize que os clientes retirem produtos diretamente na loja física

A maioria dos grandes varejistas permite que o cliente realize a compra pela internet e retire o produto diretamente na loja física. 

Caso você ofereça essa facilidade para os seus clientes você deve se preparar com antecedência. Ou seja, caso o cliente decida retirar o produto na loja, a encomenda dele deverá estar pronta para ser entregue, já que ele pode ficar desapontado se tiver que esperar por algo que ele já realizou o pagamento. 

Com o consumidor presente na sua loja física você pode aproveitar a oportunidade para lhe oferecer outros produtos. 

Faça a troca de produtos comprados online na loja física

Para o cliente costuma ser super chato o processo de troca de produtos online, pois o produto precisa ser novamente enviado para a loja e esperar que um novo produto volte. Esse processo demora alguns dias e costuma ser cansativo. 

Ao permitir que essa troca seja realizada diretamente na loja física irá agilizar o lado do cliente e terá poucos efeitos para o vendedor. 

Gostou desse conteúdo? Nos acompanhe nas redes sociais para muitas outras dicas. Por fim, continue acessando o nosso blog para ter acesso a muitos outros conteúdos como esse.